20 de dezembro de 2012

Resenha: Lord of the flies - William Golding


Eu tenho uma atração por histórias onde os personagens ficam presos em ilhas desertas e são obrigados a viver com isso. Não sei por que eu gosto tanto de histórias assim, mas eu gosto.
Lord of the Flies foi publicado em 1954, o livro não fez sucesso na época, mas com o tempo, acabou se tornando um grande livro da literatura inglesa.
O livro conta a história de um grupo de meninos que acabam se encontrando, depois de um acidente de avião, em uma ilha. O piloto não sobreviveu a queda, então eles não tem adultos por perto. Precisando se virar sozinhos para sobreviver.
Logo no inicio, a escolha de um líder é algo essencial. Ralph é escolhido através de uma votação e eles começam a deliberar tarefas. Sendo a principal delas, fazer uma fogueira, para caso algum navio de resgate passe, eles possam ser resgatados.
Primeiramente, tudo segue em ordem. Até que outros meninos começam a questionar a liderança. Querendo fazer as coisas de jeitos diferentes, achando que a caça é algo mais importante que o fogo. E o grupo começa a entrar em conflito.
O livro mostra, como, em situações extremas, o ser humano muda. Mostra até que ponto o ser humano é capaz de ir, quando quer sobrevivência, quando quer mostrar que é mais forte que o outro. Mostra como os meninos acabaram tentaram viver sozinhos sob a pressão de vida ou morte.
Eu gostei muito da história. Gostei de como cada personagem foi desenvolvido e foi mudando suas características durante o livro. O autor narra a história de uma maneira incrível, e é um livro que deixa muitas portas para o leitor pensar.
Recomendo muito!
Várias editoras tem a versão desse livro em português!

5 comentários:

  1. Oi Gabi

    Ah esse livro parece muito bom, também gosto da ideia, comprei um exemplar esses dias.

    :)

    ResponderExcluir
  2. Adorei, parece que o livro é muito bom e deve mostrar bem como em sérias situações como lidar, ainda mais com outras pessoas.

    ResponderExcluir
  3. Sim, Gabi, também tenho essa coisa que você tem de sobrevivencia.. pessoas numa praia deserta e etc! Eu tenho o livro, numa edição até que velhinha, mas quero ler ano que vem. Pôr as leituras em dia, em 2013, hahahha
    Muitos clássicos foram ignorados no início, até se tornarem, de fato, clássicos. E isso os torna mais interessantes.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  4. Estou LOUCA para ler esse livro! Vou tentar encaixa-lo nas minhas leituras de janeiro ou fevereiro. Também adoro livros que se passam em ilhas desertas onde os personagens têm que aprender a conviver com essa nova realidade. Você já leu A Ilha Misteriosa, do Julio Verne? É muito legal! ^^
    Adorei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Este é um dos meus livros favoritos de sempre.

    Aqui vai a minha opinião sobre outro de W.G.:

    http://numadeletra.com/20781.html

    Numa de Letra

    ResponderExcluir